Diabetes


É a alteração dos níveis de açúcar no sangue devido à deficiência de produção de insulina no pâncreas. Inimigos silenciosos, seus sintomas são parecidos com os de outros males. Por isso, se não diagnosticados em tempo, pode gerar complicações graves e irreversíveis, como cegueira, impotência e derrame cerebral. A medicina ainda não descobriu a cura da Diabetes, contudo, uma vez detectado, seu controle será mais fácil e eficiente. Tipos e sintomas Ao contrário do que se pensa, o diabético que controla a sua doença é uma pessoa normal, pode comer quase todos os tipos de alimentos, desde que tenha moderação, e executar diversas atividades. Existem dois tipos mais comuns de Diabetes:

TIPO 1, surge entre os 6 e 13 anos. Os sintomas são? Cansaço, aumento do volume de urina, muita sede e fome, perda de peso e Cetose (o que gera um cheiro de acetona no hálito). O uso de insulina injetável é frequente e obrigatório.

  • Tipo 2, surge na fase adulta, geralmente após os 40 anos e em pessoas acima do peso. O uso de insulina não é obrigatório (apenas comprimidos orais), mas pode ser necessário.

Fatores de risco Os obesos e aqueles que têm casos de diabetes na família. A Diabetes não é hereditária, mas existe a possibilidade de haver tendência familiar. Nestes casos os cuidados com a prevenção devem ser redobrados. Convivência com a doença O paciente diabético precisa ter alguns cuidados:

  • Praticar atividades moderadas e frequentes;

  • Realizar exames de controle (sangue e urina);

  • Ter uma alimentação balanceada realizando cinco refeições diárias: café da manhã; lanche de manhã; almoço; lanche da tarde e jantar. Isso ajudará no equilíbrio entre proteínas (encontradas nas carnes) e carboidratos (encontrados no leite e em seus derivados).


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square